ALFA ROMEO Ti 4 1986

Alfa Romeo Ti4 1986
Em uma época em que a adaptação de projetos estrangeiros era a regra (Chevette, Opala, Galaxie, Dart, etc) e em menor escala a criação de carrocerias para mecânicas já conhecidas (Puma, SP2, Brasília, etc), o modelo produzido pela FNM em Xerém-RJ e mais tarde na Fiat de Betim-MG, era o único automóvel, além do Gurgel, a ter sido desenvolvido especialmente para o Brasil. Não só a carroceria, mas também o bloco do motor era exclusivo do mercado brasileiro.

Esse carro de luxo com tendências esportivas introduziu no mercado brasileiro a direção com ajuste de altura, freio a disco nas quatro rodas, direção hidráulica progressiva, câmbio de 5 marchas, carroceria com zonas de deformação, cinto de três pontos e ar-condicionado para o banco traseiro.Ele também possui muitos itens de luxo como os vidros, travas das portas e abertura de mala e tanque de gasolina de acionamento elétrico, cortinas no vidro traseiro, luzes de leitura e rodas de liga-leve. Apesar de muito ter sido herdado do FNM 2000 JK dos anos 60, a mecânica era extremamente moderna: duplo comando de válvulas, motor de liga, válvulas refrigeradas a sódio, câmaras hemisféricas e suspensão independente nas quatro rodas. E como ele veio em uma época em que os postos de gasolina fechavam nos fins de semana, o tanque era enorme, comportando 100 litros.

Painel Alfa Romeo Ti4 1986

Alfa Romeo Ti4 1986